Frequentar a igreja fortalece a saúde física e mental, indica estudo

A maioria das pessoas frequenta a igreja por motivação espiritual. No entanto, pesquisadores de Harvard descobriram que a frequência regular à igreja também pode fortalecer a saúde física e mental e, especialmente, os casamentos.

Em poucas palavras, o estudo mostra que as pessoas que praticam sua religião são mais felizes e saudáveis em comparação com as pessoas que não frequentam reuniões religiosas. O material pode ser lido na íntegra – em inglês – aqui.

Os pesquisadores estudaram cerca de 75 mil mulheres por um período de 20 anos. As mulheres que participavam de mais de um culto por semana possuem risco de mortalidade 33% menor e vivem uma média de cinco meses a mais que as mulheres não religiosas.

As mulheres assíduas aos cultos possuem um risco 27% menor de morrer por problemas cardíacos e câncer.

Quando se trata de saúde mental, o risco de sofrer com depressão foi 28% menor em comparação com pessoas que não frequentam cultos religiosos.

O dado que mais chama atenção é a grande diferença entre as religiosas e as não religiosas na incidência de divórcio. Mulheres que frequentam a igreja são 47% menos propensas a se divorciar.

O Dr. Tyler J. VanderWeele, do Departamentos de Epidemiologia e Bioestatística da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard, que comandou o projeto, lembra que os ensinamentos religiosos apontam para o casamento como algo sagrado. Obviamente, isso influencia nesses números. Porém, não é o único aspecto.

Geralmente as igrejas dão uma forte ênfase em que as pessoas devem colocar as necessidades dos outros acima das suas próprias. Isto influencia positivamente a qualidade de vida de casado e diminui a probabilidade de divórcio.

Mesmo assim, VanderWeele chama atenção para o fato que todos esses aspectos não podem ser desprezados. Afinal, Harvard não foi a primeira instituição a olhar para os reflexos da fé na vida cotidiana. “Uma série de estudos encontraram resultados semelhantes. Outras pesquisas já mostraram como atividades religiosas em família, como fazer orações juntos, estão associadas a qualidade de vida, pois ajudam os casais a lidar de forma construtiva com problemas”, encerrou. Com informações CBN

Fonte: Gospel Prime

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s